Translate

0

Mau desempenho na escola

Mau desempenho na escola
Fonte: Jornal do Senado

Muitas vezes é preciso aceitar, de forma tranqüila e objetiva, paralisações e retrocessos como parte do processo de aprendizado dos filhos. Um bom desempenho escolar é muito importante para a integração da personalidade infantil e o desenvolvimento da auto-estima. Assim, torna-se necessário oferecer à criança todas as condições para atingi-lo. No entanto, os especialistas alertam para o fato de que cada pessoa tem seu próprio ritmo de crescimento, compreendendo várias etapas. É importante saber que esse crescimento não ocorre de forma linear. Muitas vezes deve-se aceitar, com tranqüilidade e objetividade, paralisações e retrocessos. Os estudiosos da educação advertem que, além da falta de empenho, outros problemas podem ser causa do desempenho escolar insatisfatório e até de reprovação. Fatores como a atuação do professor, a estrutura e o funcionamento do ensino, o material didático e a própria ação dos pais devem ser considerados como decisivos no processo.
O que é TDAHI
O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAHI) ocorre quando a região frontal do cérebro não funciona de forma satisfatória. Ligado à herança genética, mas com várias outras possíveis causas, esse distúrbio neurobiológico aparece na infância e pode acompanhar a pessoa por toda a vida. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o TDAHI atinge de 3 a 5% das crianças em todo o mundo. Em alguns países, como nos Estados Unidos, os portadores têm direito a tratamento diferenciado na escola. O distúrbio se caracteriza por uma combinação de dois tipos básicos de sintomas - desatenção e hiperatividade (impulsividade) - e pode ser a causa de dificuldades na escola e no relacionamento com as outras crianças, os pais e professores. O portador sofre com:
- Dificuldade de ouvir e de concentrar-se (está sempre distraído);
- Falta de controle dos impulsos;
- Tendência ao adiamento de tarefas;
- Tendência de executar várias tarefas ao mesmo tempo, deixando muitas inacabadas;
- Problemas de memória de curto prazo;
- Dificuldade para lidar com regras sociais e limites;
- Falhas de julgamento, interpretações errôneas;
- Dificuldade em expressar sentimentos;
- Ansiedade crônica, hiperatividade;
- Tédio, apatia, falta de motivação.
Só os profissionais especializados - médicos e psicólogos - têm condições de diagnosticar o TDAHI. O tratamento compreende medicamentos, psicoterapia e orientações aos pais e professores, além de técnicas específicas ensinadas ao portador. O tratamento com fonoaudiólogo é recomendado nos casos em que existe dislexia ou transtorno da expressão escrita (disortografia). O TDAHI não é um problema de aprendizado, no entanto, as dificuldades para manter a atenção, a desorganização e a inquietude, atrapalham o rendimento escolar da criança
Saiba maisAssociação Brasileira de Déficit de Atenção: http://www.tdah.org.br./
fonte: www.aomestre.com.br

Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog