Visite nossa lojinha

Translate

1

Alergia: faça a coisa certa!


O QUE É ALERGIA?
Alergia é uma sensibilidade aumentada a certas substâncias que algumas pessoas apresentam. Ela acomete atualmente cerca de 20% da população brasileira e sua prevalência está aumentando em todo mundo. A alergia pode se manifestar na pele, nos olhos, no trato respiratório (rinite, asma), no trato gastro-intestinal, e mais raramente pode ser sistêmica e levar ao óbito. A manifestação clínica das doenças alérgicas é determinada por fatores genéticos e ambientais. A criança não nasce alérgica e sim com um potencial de desenvolver alergia.
O QUE FAZER PARA PREVENIR AS MANIFESTAÇÕES ALÉRGICAS?
O aleitamento materno é reconhecido como um importante fator de proteção para a saúde do bebê, devendo ser mantido por pelo menos 6 meses. Após sensibilização a algum alérgeno específico é importante que a exposição a este seja evitada, sendo a orientação e participação da família fundamentais.
QUAIS AS SUBSTÂNCIAS MAIS COMUMENTE ENVOLVIDAS NOS PROCESSO ALÉRGICOS?
Os ácaros da poeira domiciliar, as baratas, alguns fungos, pêlos de animais, e insetos são os alérgenos mais importantes em nosso meio. Os ácaros são microorganismos presentes em todas as casas e que se alimentam com a descamação da nossa pele e suas fezes contêm substâncias altamente alergênicas que podem desencadear sintomas quando inaladas ou mesmo após contato direto com o nosso corpo. Os ácaros desenvolvem-se melhor em ambientes quentes e úmidos, sendo encontrados em maior quantidade nos colchões, travesseiros, almofadas, cortinas e tapetes. As baratas tambémpodem causar alergia através de suas fezes e substâncias presentes em seu corpo. A alergia alimentar é rara. No grupo dos alimentos, o leite de vaca e ovo são os alérgenos mais freqüentes,principalmente em bebês. Cigarro, fumaças, cheiros fortes em geral são muito irritantes devendo ser evitados.
CUIDADOS GERAIS COM A CRIANÇA ALÉRGICA:
A criança alérgica é uma criança normal que deve ser tratada com muito carinho, respeito e limite. Evite a super-proteção ou restrição em excesso, assim como comentários sobre seu estado de saúde. Propicie a ela um ambiente harmonioso, calmo e seguro. Encontram-se listadas abaixo algumas dicas simples, mas fundamentais para um ótimo controle dos quadros alérgicos:
1- Quarto: é o local onde os cuidados são mais importantes. Ele deve ser ventilado, ensolarado, com janela ampla, como já dizia o ditado: “casa onde entra sol não entra médico”. O piso deve ser liso, de fácil limpeza. Carpetes, tapetes e cortinas devem ser evitados. Colchões e travesseiros devem serencapados com material impermeável como napa, corino ou com capas especiais que encontram-se disponíveis no mercado. Elas são de algodão na face externa e pvc na face interna, devendo ser lavadas a cada 3 meses. A roupa de cama deve ser trocada semanalmente. Evite acumular objetosque possam acumular pó dentro do quarto.
2- Limpeza: é fundamental, sendo importante passar pano úmido diariamente no chão, móveis e rodapés. A criança não deve estar presente no ambiente durante a limpeza do mesmo. Evite utilizar produtos com cheiro forte. Mantenha os alimentos protegidos na cozinha e faça limpeza periódica nosarmários e gavetas para evitar a infestação por baratas. Caso isso ocorra, contacte empresa especializada em dedetização, evitando a permanência das crianças durante este processo.
3- Mofo: deve ser evitado e combatido. Pode-se usar uma solução preparada com 50grs de ácido fênico adquirido em farmácias de manipulação e dissolvido em 1 litro de água, mas cuidado pois o ácido é tóxico. Evite locais abafados, pouco ventilados, úmidos e corrija as infiltrações de água em paredes e pisos.
4- Animais: em geral podem ser mantidos, mas preferencialmente fora de casa.
5- Fumo: não permita que fumem dentro de casa ou carro, mesmo se o paciente não estiver presente no momento. Está universalmente provado que o fumo ativo e passivo são extremamente prejudiciais para a saúde de todos, principalmente do alérgico.
6- Insetos: as crianças alérgicas são em geral muito sensíveis à picada de insetos como formiga, pernilongo, carrapatos, pulgas, apresentando reações locais intensas que podem se infeccionar em função da coceira. Utilize fórmulas que aliviam a coceira, prescritas pelo seu médico e se preciso use anti-alérgico oral.
7- Roupas: prefira as roupas de algodão e enxágüe bastante para retirar todo o sabão. Não use roupas que ficaram guardadas por muito tempo sem antes lavá-las novamente, mesmo se estiverem limpas.
8- Exercícios físicos: toda criança precisa praticar atividades físicas de preferência ao ar livre. Os exercícios regulares melhoram o apetite, bem estar, favorecem bom condicionamento físico e funções respiratória e cardíaca, devendo ser sempre incentivado a prática dos mesmos.
9- Alimentação saudável é a base da vida saudável. Dê preferência aos produtos naturais, evitando frituras, alimentos gordurosos, salgadinhos de pacotes e refrigerantes no dia a dia. Ofereça sempre água. Procure alimentar as crianças a cada 2 a 3 horas durante o dia. Não dê dieta quando as crianças estiverem deitadas ou dormindo já que este hábito pode favorecer o refluxo gastroesofágico, engasgos e problemas respiratórios.
10- Observações: caso a criança apresente alguma reação alérgica procure avaliar os fatos que ocorreram próximo do início dos sintomas e anote os mesmos. Muitas reações são fugazes e se possível, fotografe a criança para facilitar avaliação do médico. Ocorrendo manifestações mais sérias procure imediatamente o hospital mais próximo e, em seguida, entre em contato com seu médico.
LEIA ATENTAMENTE ESTAS INSTRUÇÕES POIS ELAS SÃO EXTREMAMENTE IMPORTANTES.

Fonte :http://hospitalinfantilsaocamilo.com.br/saude_alergia.html
Leia também: Pirâmide Alimentar

Um comentário :

Ana Martins disse...

Caro William,
parabéns pelo excelente post,esta é uma forma de ilucidar e tirar certas dúvidas que às vezes nos perseguem.

Adorei o post!

Beijinhos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog