Translate

0

Ainda lá...

Ontem eu ouvi um noticiário no Jornal Nacional de que as negociações de paz entre israelenses e palestinos estava em uma segunda etapa – pelo que entendi com uma provável solução. Aí, enquanto esta solução não chega – Israel aproveita para atacar com seu poderio bélico, invadir, destruindo construções, hospitais e principalmente VIDAS. Qual é a estratégia dos israelenses: - Quando a solução para o conflito, ou melhor, quando a trégua vier, estarão com um domínio extenso dentro da faixa de Gaza para desta forma se imporem dentro das negociações e claro, minha opinião – manter um efetivo militar dentro de Gaza. Bela estratégia, ou melhor, horrenda estratégia que custa vidas, que deixa marcas e traumas.

Israel está usando indiscriminadamente suas forças, atingindo o sistema de saúde de Gaza, não permitido fugas causando inúmeras mortes - inclusive de crianças e impedindo ajuda humanitária. Isto está sendo denominado como Crimes de Guerra.

È, a história não serviu para nada. Todos os registros de barbáries estão registrados em nossa historia e o homem não aprende...Prazer em dominar e subjugar pela força.


Alguns comentários e fragmentos que captei na internet a respeito do conflito:




Caros amigos: pouca gente sabe, e o resto parece ter esquecido, que foi Israel quem reforçou o Hamas nos anos 80, numa tentativa de esvaziar a OLP, seguindo a política de 'dividir para imperar'. O resultado é o que se vê: a criatura se voltando contra o criador. Claro que Israel prefere não falar nisso...


Políticos quando usam da população como massa de manobra, ainda mais numa região onde a questão de terras ainda não é definida, deveriam ficar na prisão por crimes contra a humanidade.
http://egitoebrasil.wordpress.com/2009/01/12/conflito-israel-x-hamas/

Financiado pelos EUA, Israel afronta o mundo Essa selvageria de Israel contra palestinos, principalmente os que já vivem isolados de tudo, na Faixa de Gaza, é monstruosidade, crime hediondo.
http://mesquita.blog.br/israel-x-hamas


Mais de 1.000 mortos palestinos, sendo 670 civis (um terço deles crianças). Hospitais, depósitos de medicamentos e escolas destruídos. Prédios da ONU explodidos e processos de ajuda humanitária impedidos de execução. Estas as principais façanhas do exército israelense, nestes dias de terror militar implantado na Faixa de Gaza. Em contrapartida, o “poderoso” exército do Hamas, neste mesmo período, matou 10 soldados judeus e 3 civis. Esta “igualdade” militar não lembra a “igualdade” do exército nazista contra as forças polonesas e de outros pequenos países europeus nas duas grandes guerras? A morte predominante de civis (adultos e crianças) não deixa um gostinho de assassinato, como aconteceu em relação aos ciganos, poloneses, judeus e outras etnias, no holocausto promovido pelo Estado alemão no último conflito mundial?
http://livrepensar.wordpress.com/2009/01/16/israel-x-hamas-holocausto-palestino-a-conta-gotas/

Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog