3

Educar é uma função de todos nós

Quando a família participa da educação das crianças, elas podem sair-se muito melhor na escola e na vida. Este guia traz dicas de como apoiar as crianças que freqüentam o ensino fundamental da 1ª a 4ª série do ensino fundamental e ajuda-las com carinho, a aprender mais e melhor.

Todos queremos o melhor para nossas crianças. Sonhamos para elas um futuro com mais oportunidades de serem felizes e de se realizarem na vida profissional e pessoal. Para que esses sonhos possam tornar-se realidade, nossas crianças precisam desenvolver-se cada vez mais e melhor.
Pesquisas mostram que o envolvimento da família na vida escolar das crianças é fundamental. A família capaz de despertar o interesse e a curiosidade delas e incentivar a sua aprendizagem. Por isso, o seu compromisso é indispensável. É a partir das atitudes simples que este envolvimento se concretiza como: valorizar as tarefas escolares, estimulando o gosto pela leitura e pelo aprendizado em geral como também a serem curiosas na vida fora da escola.

Respeite cada fase da criança
Desde que nascemos, estamos sempre aprendendo a cada dia uma novidade. Ao ajudar as crianças, lembre-se de que é preciso respeitar a fase do aprendizado delas, para não exigir demais nem de menos.

Converse e brinque com os pequenos
Conversar, brincar, fazer coisas do dia-a-dia junto com as crianças são formas de demonstrar atenção e carinho. Isso pode ajuda-las a se sentirem mais seguras a aprenderem mais e melhor. Responda às suas perguntas, ouça suas histórias, conte casos da família. Converse muito sobre o seu trabalho, sobre coisas que aconteceram durante o dia, que viu na TV ou outros tantos assuntos. Ensine-lhes canções, poemas ou brincadeiras que você aprendeu na sua infância.

Para que ler e escrever sejam interessantes para as crianças:
1.Leia para elas desde pequeninas e, se possível, todos os dias.
2.Descubra, com as crianças, o melhor horário do dia para a leitura: pode ser na hora de dormir, no final da tarde ou quando acharem melhor. Esses momentos juntos, escutando histórias ou poemas, podem criar lembranças lindas que as crianças jamais esquecerão. Com este tipo de experiência, a leitura na escola também passa a fazer mais sentido, vai ser mais fácil e divertido.
Este costume de ler juntos deve continuar mesmo depois que as crianças crescerem. Se você não tiver facilidade em ler, sugerimos que tente. Você também pode gostar. Convide um parente, amigo ou mesmo um filho mais velho e organize essas horas de leitura. Pode ser um bom motivo para reunir a família.
3.Mostre-lhes que a leitura ajuda nas coisas que fazemos todos os dias:
Cozinhe algo saboroso, com você ou elas lendo as receitas.
Leia ou peça que elas leiam rótulos de embalagens. Depois da leitura conversem sobre o produto.
Você ou as crianças podem ler as instruções de um aparelho doméstico enquanto aprendem a usá-lo. Também podem ler as regras de um jogo antes de começar a jogar.
Quando caminharem juntos ou estiverem no ônibus, leia os anúncios ou letreiros que observarem e depois comentem.
Leiam juntos a programação da TV para escolherem qual programa vão assistir
Leiam manchetes de jornais ou mesmo notícias, com assuntos interessantes que acontecem na sua cidade ou nos outros países.
Até uma bula de remédio, um papel jogado na rua, propagandas distribuídas na rua ou colocadas na caixa postal, podem ser motivos para a leitura. Incentive!

Ajude as crianças a gostarem dos livros e da leitura.
Procure ter em casa livros, revistas e jornais e incentivar a leitura deles. Incentive as idas às bibliotecas tanto da escola, da cidade..etc. Muitas vezes as crianças desistem da leitura ao encontrarem palavras desconhecidas, mas, na maioria dos casos, só de continuar a leitura acabamos por entender o que tais palavras querem dizer. Se for preciso e você puder, explique as palavras difíceis ou procure com elas o significado no dicionário. De vez em quando, nos aniversários ou datas especiais, dê livros interessantes de presente ou um caderno para que usem como diário pessoal, onde possam escrever, desenhar, copiar poemas, colar coisas marcantes de sua vida.

Escute-as lendo em voz alta:
Se as crianças já sabem ler, sugira que leiam em voz alta e escute com atenção. Se elas estiverem tímidas ou gaguejando, tenha paciência. Não fique corrigindo, pois logo irão soltar-se e fazer uma leitura melhor. Em seguida, conversem sobre o que foi lido.

Nunca as obrigue ler:
Não faça da leitura uma obrigação nem a utilize como castigo. Para fazer da criança um leitor de carteirinha, ela precisa ler com prazer.

Estimule os interesses pessoais das crianças com livros, jornais e revistas.
Quando as crianças forem maiores, identifique os assuntos de que elas mais gostam e estimule-as a lerem sobre isso. Por exemplo: se a criança gosta de geografia, consiga-lhe um Atlas. Se gosta de esportes, leia com ela seção de esportes do jornal ou matérias em revistas.

Dependendo da idade, estimule as crianças a escreverem cartas para amigos ou parentes distantes, histórias conhecidas ou inventadas, poemas ou um diário;
se notar que elas gostam de escrever, valorize estas escritas propondo que montem um livro, com capa, ilustrações, recortes etc. Guarde em uma pasta ou caixa preparada para isso;
Peça às crianças que escrevam bilhetes para alguém da família, cartão para um amigo que faz aniversário. Se ainda não souberem escrever, elas podem ditar para você;
Existem muitos jogos que utilizam a escrita, tais como palavras cruzadas, caça palavras etc.

Escrevam juntos coisas simples e cotidianas:
Demonstre-lhes que escrever é muito útil, não só na escola, mas também na vida. É muito importante que elas vejam você utilizando a escrita. Por exemplo:
anotem algo que não podem esquecer: um endereço, um número de telefone ou alguma coisa para comprar; peça às crianças que anotem recados.

No início, todo mundo erra. Elogie em vez de corrigir

Quando as crianças estiverem começando a aprender a escrever, não corrija seus erros de ortografia ou a sua letra “feia”. O importante é que elas escrevam com liberdade e imaginação. Aos poucos, os erros vão diminuir e a letra melhorar. É muito mais importante que você dê parabéns do que ficar corrigindo.

Referências Bibliográficas:
ABREU, Rosa Ana, et.al. Guia para o dia da família na escola. Ministério da Educação.Brasília: Junho, 2002

3 comentários :

Ana Martins disse...

Caro William,
quando puder passe em meu blogue, há lá um presente para si.

Beijinhos,
Ana Martins

Usuale disse...

"Imagine o filho que você quer ter, para imaginar o pai que você deve ser."

Autor: (Moisés Doxos)
Fonte:
http://www.frasesnaweb.com.br/filhos/1/

Ana Martins disse...

Hoje vim comentar,
acho este post muito interessante, com conselhos muito úteis aos pais.
Incentivar uma criança a ler, é estar a investir no futuro dela!

Beijinhos,
Ana Martins

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog