Visite nossa lojinha

Translate

0

Educar os filhos....as preocupações vem de outrora

"Aquele que ama seu filho, castiga-o com freqüência, para que se alegre com isso mais tarde, e não tenha de bater à porta dos vizinhos. Aquele que dá ensinamentos a seu filho será louvado por causa dele, e nele mesmo se gloriará entre seus amigos. Aquele que educa o filho torna o seu inimigo invejoso, e entre seus amigos será honrado por causa dele”.
“O pai morre, e é como se não morresse, pois deixa depois de si um seu semelhante. Durante sua vida viu seu filho e nele se alegrou; quando morrer não ficará aflito; não terá de que se envergonhar perante seus adversários, pois deixou em sua casa um defensor contra os inimigos, alguém que manifestará gratidão aos seus amigos”.
“Aquele que estraga seus filhos com mimos terá que lhes pensar as feridas; a cada palavra suas entranhas se comoverão. Um cavalo indômito torna-se intratável; a criança entregue a si mesma torna-se temerária. Adula o teu filho e ele te causará medo; brinca com ele e ele te causará desgosto. Não te ponhas a rir com ele, para que não venhas a sofrer com isso, e não acabes rangendo os dentes”.
“Não lhes dês toda a liberdade na juventude, não feches os olhos às suas extravagâncias: obriga-o a curvar a cabeça enquanto jovem, castiga-o com varas enquanto ainda é menino, para que não suceda endurecer-se e não queira mais acreditar em ti, e venha a ser sofrimento para a tua alma”.
“Educa o teu filho, esforça-te (por instruí-lo), para que te não desonre com sua vida vergonhosa”.  

Eclesiástico 30



Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog