Visite nossa lojinha

Translate

0

Devo Incentivar meu Filho a Sonhar?

Por Melissa de Fátima Antunes


A infância‚ uma etapa onde a vida a imaginação e a fantasia são ingredientes fundamentais para que haja um desenvolvimento saudável da criança, tanto no aspecto físico como psíquico.
Não por acaso que os contos de fadas iniciam suas narrações com: ERA UMA VEZ, e finalizam com: VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE! Por mais que seja estranho para os adultos, a criança sabe diferenciar o mundo real do mundo criado pela sua imaginação.
Há relatos de pais que não permitem que seus filhos tenham acesso às historias infantis por temer que estas histórias incentivem as crianças a mentir, fantasiar, devanear, chegando a confundir o real do imaginário.
Este é um engano, pois em cada contato com o mundo do faz de conta favorece o crescimento interno da criança onde ela vivencia situações que lhe fornecerão subsidio interno para elaborar saudavelmente situações do cotidiano. Exemplo é a perda de um ente querido pode ser vivido antes mesmo de o fato real acontecer, o que posteriormente acontece de fato provavelmente ao vivenciar o luto no mundo do faz de conta faz com que a criança vivencie os fatos reais com mais segurança e com maturidade psíquica.
Segundo VYGOTSKY (1989) apud VASCONCELOS (2001, p. 94), “para resolver essa tensão, a criança em idade pré‚ escolar envolve-se num mundo ilusório e imaginário em que os desejos não realizáveis podem ser realizados e, esse mundo ‚ o que chamamos de brinquedo.” Brincar em sempre um significado para criança, pois ‚ na brincadeira que ela utiliza sua imaginação, criatividade. Na imaginação da criança o brincar tem um significado próprio dado pela própria criança, pois brincando a criança torna-se um explorador do mundo real e por conseqüência amplia seu universo do faz de conta / mundo imaginário.
O instrumento usado para favorecer o contato com o mundo imaginário muitas vezes‚ o brinquedo que cria um estado de tensão que favorece a elaboração e a criação em si. Como a criança precisa do brinquedo (instrumento de acesso ao mundo do faz de conta)‚ necessário que os adultos permitam que a criança tenha um espaço onde suas experiências possam acontecer de forma segura, saudável, excitadas e sustentadas pelo próprio ambiente favorável ao crescimento psíquico infantil.
O convívio com o amigo imaginário‚ saudável e não deve ser repreendido ou menosprezado por parte dos pais e familiares em geral. Podemos entender estes momentos como transitórios que se fazem necessários para que possa ser constituído o self. WINNICOTT (1975) incentiva e valoriza a construção do self da criança através do ato de brincar.
Para que uma criança cresça saudável psiquicamente, mais ainda nos dias atuais que temos acesso à Internet, televisão e outros meios de comunicação incentivar o mundo de magia onde tudo pode acontecer necessário e permite a criança ser criança, evitando que ela tenha que agir como um mini-adulto.
Assim como os relacionamentos inter pessoais de uma criança são importantes e devem ser incentivados pelos pais, responsáveis e/ou educadores sempre observando como são estes contatos, se há sacrifícios e ou privações para não ficar só, dentre outros aspectos que devem ser atentamente observados pelos adultos.
fonte:  http://www.portaldapsique.com.br/

Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial

1 livro por dia - Grátis

Mudar Fonte e Tamanho da Leitura

Arquivo do blog