3

Poema da criança

Dizes que sou o futuro,
Não me desampares no presente.
Dizes que sou a esperança da paz,
Não me induzas à guerra.
Dizes que sou a promessa do bem,
Não me confies ao mal.
Dizes que sou a luz dos teus olhos,
Não me abandones ás trevas.
Não espero somente o teu pão,
Dá-me luz e entendimento.
Não desejo tão só a festa do teu carinho,
Suplico-te amor com que me eduques.
Não te rogo apenas brinquedos,
Peço-te bons exemplos e boas palavras.
Não sou simples ornamento de teu carinho,
Sou alguém que te bate à porta em nome de Deus.
Ensina-me o trabalho e a humildade, o devotamento e o perdão.
Compadece-te de mim e orienta-me para o que seja bom e justo.
Corrija-me enquanto é tempo, ainda que eu sofra...
Ajude-me hoje para que amanhã eu não te faça chorar.
Autor: (Meimei/ Psicografado por Chico Xavier)

3 comentários :

  1. Caro William,
    que maravilha de poema!
    Adorei, adorei, adorei!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderExcluir
  2. olá ana..saudades..

    tambem acho lindo o poema.

    Beijão para voce e feliz 2009

    ResponderExcluir
  3. AAmei seu blog!!
    Muuuuitoooo Lindo!

    Bjks

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial na semana

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog