0

Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Autismo




Dia Mundial do Autismo, celebrado anualmente em 2 de abril, foi criado pela Organização das Nações Unidas em 18 de Dezembro de 2007 para a conscientização acerca dessa questão. No primeiro evento, em 2 de abril de 2008, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou a iniciativa do Catar e da família real do país, um dos maiores incentivadores para a proposta de criação do dia, pelos esforços de chamar a atenção sobre o autismo.
No evento de 2010, a ONU declarou que, segundo especialistas, acredita-se que a doença atinja cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo, afetando a maneira como esses indivíduos se comunicam e interagem.
Em 2011, o Brasil teve o Cristo Redentor , no Rio de Janeiro, iluminado de azul nos dias 1 e 2 de abril, além da Ponte Estaiada em São Paulo , os prédios do Senado Federal e do Ministério da Saúde em Brasília , o Teatro Amazonas em Manaus , a torre da Usina do Gasômetro, em Porto Alegre, entre muitos outros. Em Portugal, monumentos e prédios, como a Torre dos Clérigos e a estátua do Cristo Rei em frente a Lisboa também foram iluminados de azul para a data.

autismo é um distúrbio neurológico caracterizado por comprometimento da interação social, comunicação verbal e não-verbal e comportamento restrito e repetitivo. Os pais costumam notar sinais nos dois primeiros anos de vida da criança. Os sinais geralmente se desenvolvem gradualmente, mas algumas crianças com autismo alcançam o marco de desenvolvimento em um ritmo normal e depois regridem.

Fonte: Wikipédia

Reflexão: O que nos pediria um autista?



1 - Ajuda-me a compreender. Organize meu mundo e facilita-me ou antecipe o que vai suceder . Dá-me ordem , estrutura , e não caos .

2 - Não te angusties comigo, porque me angustio. Respeita meu ritmo. Sempre poderás relacionar-se comigo se compreender minhas necessidades e meu modo especial de entender a realidade . Não se deprima , o normal é que avance e me desenvolva cada vez mais .

3 - Não me fale demasiado , nem demasiado depressa . As palavras são "ar" que não pesa para te , mas podem ser uma carga muito pesada para mim . Muitas vezes não são a melhor maneira de relacionar-se comigo .

4 - Como outros filhos , como outros adultos , necessito compartilhar o prazer e gosto de fazer as coisas bem , mesmo que nem sempre o consiga . Faz-me saber , de algum modo , quando consigo fazer as coisas bem e ajuda-me a faze-las sem erros . Quando tenho demasiadas falhas sucede que me irrito e termino por negar-me a fazer as coisas .

5 - Necessito de mais ordem do que você necessita , mais previsibilidade no meio , que você requer . Teremos que negociar meus rituais para conviver .

6 - É difícil compreender o sentido de muitas das coisas que me pedem para fazer . Ajuda-me a entende-las Peça-me coisas que podem ter um sentido concreto e decifra as para mim . Não permitas que me acomode e permaneça inativo .

7 - Não me invadas excessivamente . A vezes , as pessoas são demasiadamente imprevisíveis , demasiadamente ruidosas , demasiadamente estimulantes . Respeita as distancias que necessito , porém sem deixar-me só .

8 - O que faço não é contra você . Quando tenho uma zanga ou me golpeio , se destruo algo ou me movimento em excesso, quando me é difícil atender ou fazer o que me pede , não estou querendo te prejudicar . Já que tenho um problema de intenções , não me atribuas más intenções !

9 - Meu desenvolvimento não é absurdo , embora não seja fácil de entender . Tem sua própria lógica e muitas das condutas que chamas "alteradas" são formas de enfrentar o mundo na minha especial forma de ser e perceber . Faz um esforço para compreender-me.

10- As outras pessoas são demasiadamente complicadas . Meu mundo não é complexo e fechado , senão simples . Embora te pareça estranho o que te digo , meu mundo é tão aberto , tão sem dissimulações nem mentiras , tão ingenuamente exposto aos demais , que é difícil penetrar nele . Não vivo em uma "fortaleza vazia", nem em uma planície tão aberta que pode parecer inacessível . Tenho muito menos complicações que as pessoas que são consideradas normais .

11- Não me peças sempre as mesmas coisas nem me exijas as mesmas rotinas . Não tens que fazer-te autista para ajudar-me . O autista sou eu , não você !

12- Não sou só autista . Também sou uma criança , um adolescente , ou um adulto . Compartilho muitas coisas das crianças , adolescentes ou adultos ditos "normais " . Gosto de jogar e divertir-me , quero os meus pais e pessoas que me cercam , me sinto satisfeito quando faço as coisas bem . É aquilo que compartilhamos que nos une .

13- Vale a pena viver comigo . Poço dar-lhe tantas satisfações quanto outras pessoas , embora não sejam as mesmas . Pode chegar um momento em sua vida em que eu , que sou autista , seja sua maior e melhor companhia .

14- Não me agridas quimicamente . Se te dizem que tenho que tomar um medicamento , providencie que seja revisado periodicamente por um especialista .

15- Nem meus pais nem eu tem a culpa do que me passa. Tão pouco a tem os profissionais que me ajudam . Não serve de nada que os culpe . A vezes , minhas reações e condutas podem ser difíceis de compreender ou afrontar , porém não es por culpa de nada . A idéia de "culpa" não produz mais que sofrimento em relação ao meu problema.

16- Não me peças constantemente coisas acima do que sou capaz de fazer . Porém peça-me o que poço fazer . Dá-me ajuda para ser mais autônomo , para compreender melhor , porém não me dê ajuda demais .

17- Não tens que trocar completamente sua vida pelo fato de viver com uma pessoa autista . Não me serve de nada que esteja mal , que te encerres e te deprimas . Necessito estabilidade e bem estar emocional ao meu redor para estar melhor . Pensa que , menos ainda , seu par tem culpa do que me passa .

18- Ajuda-me com naturalidade , sem converte-lo em uma obsessão . Para poder ajudar-me , tenha seus momentos de repouso ou dedique a suas própria atividades . Aproxime-se de mim , não se vá , porém não se sinta submetido a um peso insuportável . Em minha vida , tenho momentos maus , porem poço estar cada vez melhor .

19- Aceita-me como sou . Não condicione sua aceitação a que eu deixe de ser autista. Seja otimista sem fazer "novelas" . Minha situação normalmente melhora , ainda que pôr hora não tenha cura .

20- Ainda que me seja difícil comunicar-me ou não compreenda as sutilezas sociais , tenho incluso algumas vantagens em relação aos ditos "normais" . Me custa comunicar , porém o não suelo enganar . Não compreendo as sutilezas sociais , porém tão pouco participo das duplas intenções ou dos sentimentos perigosos tão freqüentes na vida social . Minha vida pode ser satisfatória se é simples , ordenada e tranquila . Se não me pede constantemente e sou aquele que mais me custa . Ser autista é um modo de ser , ainda que não seja o normal . Minha vida como autista pode ser tão feliz e satisfatória como a sua "normal". Nessa vida , podemos encontrar-nos e compartilhar muitas experiências .

Angel Rivière Autism-Spain - Assessor Técnico da APNA - Madrid, 1996.


Veja também:

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Não saia sem comentar!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial na semana

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog