1

O hábito da criança de chupar os dedos

Hábito de chupar o dedo pode ter causa emocional

Por Radioradinho
Criança com a mão na boca


Creative Commons - CC BY 3.0 - Criança com a mão na boca

NitinzPhotography / Pixabay

Para os bebês, chupar o dedo é um comportamento natural e instintivo. Desde o útero materno a criança coloca os dedinhos na boca por um bom motivo, fortalecer a musculatura responsável pelos movimentos de sucção, preparando-se para mamar.
Mas, para alguns pequenos, a prática traz também a sensação de conforto, o que faz com que o ato da sucção passe a se relacionar diretamente com o estado de segurança. Neste caso, o hábito tornar-se frequente e, com o tempo, a criança pode desenvolver alguns problemas, como a má oclusão, que interfere nas funções de respiração, deglutição, mastigação e fala.
Creative Commons - CC BY 3.0 - Criança com a mão na boca
NitinzPhotography / Pixabay


Mas o que fazer quando chupar o dedo deixa de ser uma prática transitória e passa a trazer prejuízos? A dedicação dos pais é fundamental para ajudar os pequenos a romperem este hábito. Algumas manobras, inclusive, podem ser feitas em casa.
Uma ideia é fazer pequenos acordos com o filho. Caso ele pare de chupar o dedo ganhará um presente que deseja muito, por exemplo. No caso das meninas, vale apelar para a vaidade, pintando as unhas. Outra sugestão é tentar substituir o dedo por algum objeto. O importante é nunca utilizar métodos agressivos, como passar pimenta.
Agora, se todas as tentativas falharem, vale pedir socorro a um profissional, como o dentista, o fonoaudiólogo e/ou o psicólogo.
O trabalho na terapia fonoaudiológica envolve a conscientização da criança e a mudança de posturas e formas de respirar, mastigar, deglutir e falar. O tempo do tratamento depende de cada um e de seu núcleo familiar, e também do diagnóstico que estabeleça o possível motivo do hábito.
Em casos que envolvam o emocional, é importante contar com um psicólogo, que poderá trabalhar simultaneamente com os demais profissionais. Inclusive com um ortodontista, caso a criança já esteja com problemas no posicionamento das arcadas dentárias.
Caso seu filho tenha mais de um ano e dificuldades para deixar de chupar o dedo, é importante procurar o pediatra para fazer uma análise de todo quadro emocional e familiar e receber as orientações. Se necessário, ele irá acionar uma equipe multidisciplinar.

Leia também

Um comentário :

  1. "Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser."

    Louis Pasteur

    ResponderExcluir

Não saia sem comentar!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens mais populares no Criança Genial na semana

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog